Qual a principal causa de dor torácica na população pediátrica?

Quais são as principais causas de dor torácica?

No geral, as causas mais comuns de dor torácica são:

  • Doenças na região das costelas, cartilagem das costelas, músculos peitorais (dor musculoesquelética das paredes do tórax) ou dos nervos localizados no tórax.
  • Inflamação da membrana que envolve os pulmões (pleurite.

O que é a síndrome da dor torácica?

​O que é? Dor torácica é a sensação de dor ou desconforto , localizada na região anterior do tórax. Frente a um sintoma de dor, devemos definir os seguintes aspectos: localização, irradiação, característica, duração, fatores precipitantes, fatores que melhoram e pioram a dor e, ainda, os sintomas associados.

Quais os tipos de dor torácica?

A dor torácica pode ser dividida em dor torácica aguda e crônica.

Como caracterizar dor torácica?

A caracterização precisa da dor torácica é fundamental para o diagnóstico diferencial. As características essenciais são: início e duração do sintoma, qualidade, localização, irradiação, intensidade, (Figura 1) fatores desencadeantes, fatores de alívio, sintomas associados e evolução no tempo.

Quando a dor torácica é preocupante?

Quando a dor no peito vem acompanhada de falta de ar repentina. Toda dor no peito merece atenção. Se você estiver com dor no peito e falta de ar repentina, sem causa aparente e que nunca sentiu antes, é recomendado ir ao pronto-socorro mais próximo.

O que fazer com um paciente com dor torácica?

Pacientes com dor torácica aguda grave persistente devem ser encaminhados para atendimento em serviço de emergência, conforme regulação local, quando disponível.

Qual o protocolo para dor torácica?

Protocolo de Dor Torácica

  • MIBI de repouso (cintilografia de perfusão do miocárdio em repouso)
  • Testes sob estresse (teste ergométrico, cintilografia de estresse ou ecocardiograma de estresse)
  • Angiotomografia de coronárias.

O que analisar quando um paciente relata dor torácica?

Pacientes com queixa de dor torácica, ou com sinais/sintomas sugestivos de infarto agudo do miocárdio devem realizar um eletrocardiograma (ECG) em até 10 minutos, a contar do início da triagem. O ECG deve ser avaliado imediatamente pelo médico e seu resultado incluído na Classificação de Risco do paciente.

O que fazer em caso de dor torácica?

Se você sentir dores no peito (ou dores torácicas, como os médicos as chamam), o melhor a fazer é procurar rapidamente atendimento médico de urgência. Na maioria dos casos, essas dores estão associadas a causas de baixa gravidade, como ansiedade, problemas musculares ou digestivos.

O que é Protocolo de dor torácica?

Este protocolo, é baseado no protocolo de dor torácica utilizado internacionalmente que desde sua criação, diminuiu as internações desnecessárias em 68% dos casos, reduzindo custos e melhorando o bem-estar dos pacientes.

Quais são os exames específicos no Protocolo de dor torácica?

A maioria dos casos que se incluem neste protocolo acabam fazendo algum tipo de avaliação adicional à consulta médica e aos exames básicos de avaliação cardiológica inicial, como o eletrocardiograma, a radiografia do tórax e as dosagens dos marcadores bioquímicos de lesão miocárdica no sangue.

Proudly powered by WordPress | Theme: Looks Blog by Crimson Themes.